brasil-menino

Claro, que você conhece essa expressão, e logo, se lembra do dia em que Dom Pedro I declarou a independência do Brasil. Porém, quero me referir á outra questão, dês da adolescente, fica evidente aquela famosa frase “procuramos independência”, mas de fato qual a independência que você procura? Da sua casa, da sua família, da escola, de regras, de Deus? Veja, que tudo o que se refere á disciplina, regras, são o oposto de independência, todavia, é o que você precisa agarrar-se para ser alguém melhor na vida.

Com esse conceito equivocado sobre independência, o que predomina na vida do jovem são pensamentos, do tipo, “eu é quem sei o que é melhor para minha vida”,” eu quero é ser feliz”, “ eu sou livre.” O nome que mais define essa situação chama-se autossuficiência, ou seja, para estar no controle de sua vida, o ser humano em geral, tem tirado, deixado Deus de lado, consequentemente, seres humanos vazios do essencial, que vivem uma vida cheio de ilusão para alcançar o caminho da felicidade e realização.

Jovem, tenha coragem de buscar a realização em Deus, ou você busca a verdadeira independência de tudo aquilo que te afasta de Deus, principalmente a autossuficiência, e coloque-se dependente da graça de Deus, ou o caminho que lhe resta é a morte, no sentido de pecado, solidão, ilusão, pois a Palavra de Deus diz: “O salário do pecado é a morte”, em <contra partida> o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” Rm 6,23.  Assim, quero lhe deixar uma reflexão: Independência do pecado ou morte? Qual caminho você vai escolher? Rezo para que busque seus ideais de vida junto á Deus, pois esse é o caminho mais seguro, é nesse encontro com Deus, que se aprende a viver a verdadeira liberdade e que experimenta-se da realização plena.

Deus abençoe!

Bruna Ferreira

Missionária da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários