“Porque quando me sinto fraco, então é que sou forte.” (2 Cor 12,10).

Talvez essas palavras de Paulo aos coríntios possam parecer algo contraditório não é mesmo? Porque quando se fala em fraqueza e força logo se entende por antônimos. Principalmente nos dias atuais em que precisamos passar uma imagem de somos fortes e indestrutíveis, mesmo nas situações mais difíceis.

Me recordo que quando comecei a fazer fisioterapia minha perna direita era tão fraca que não tinha força suficiente para suportar o próprio peso e por isso não se mantinha ereta. Mas depois de um tempo fazendo exercícios para fortalece-la percebi que minha perna já estava ficando ereta e consecutivamente já conseguia sustentar o próprio peso. Logico que isso não aconteceu de um dia para o outro, pois precisei compreender essa minha fraqueza para a partir dela descobrir a força que não imaginava que tinha.

E o mesmo acontece com as nossas fraquezas, sejam elas físicas ou não, nos sentimos tão fragilizados diante delas que elas acabam parecendo maiores do são e até mesmo difíceis de suportar, porém quando as assumimos de coração diante de Deus, tudo se transforma, não de forma magica, mas sim pela graça de Deus, que nos envolve e nos faz descobrir em nossas fraquezas uma força que jamais imaginaríamos ter. Força essa que nos impulsiona para frente, para viver uma vida nova, uma vida de filhos de Deus criados a sua imagem e semelhança.

Então que possamos hoje ter a certeza de que por mais fracos que nos sintamos diante das situações diárias Deus não deixa sozinhos e que através da sua graça e misericórdia infinita possamos compreender que quando somos fracos é então que somos verdadeiramente fortes!

Deus nos abençoe

Emily Santos

Missionária da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários