“Os afetos devem ser trabalhados no momento em que surgem, para não se mudarem em sentimentos e cobrarem nossa atenção depois, causando transtornos diversos na nossa vida.” Assim que ouvi essa frase de uma pessoa que admiro muito, percebi e fui impulsionada a pensar na vida em abundância que Jesus nos propõe.

Em Jo 10, 10 o próprio Jesus nos diz de seu papel e sua intenção ao dizer SIM ao projeto de DEUS: ” Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância”, se olharmos atentamente à todas as propostas de Jesus, seremos provocados a viver o aqui e o agora, considerando o passado e projetando um futuro, porém com a necessidade de viver intensamente o agora, seja o pedido, a cura, a oferta, o despojamento, a tristeza,a raiva, inclusive em seus próprios comportamentos percebemos isso: na morte de Lázaro, no templo com os vendilhões, na solidão do horto e em tantas situações… Em nenhuma delas Jesus deixou de ser afetado, de ter sua vida tocada pelas situações cotidianas, mas nos ensina como vivermos intensamente.

Percebemos que, ao se falar em viver intensamente, muitas vezes o que vem a nossa mente é aproveitar tudo o que o mundo nos oferece e desenfreadamente, sem nos ocuparmos em saber as consequências e resultados das nossas ações, mas o grande diferencial e convite de Jesus, ser humano como nós, é de que possamos sim viver intensamente e aproveitar o que a vida tem a nos oferecer, mas percebendo tudo isso, nos demorando nas situações, para que ao sermos afetados pelas situações possamos vivenciá-las naquele momento, para que não haja em cada um de nós sentimentos reivindicando atenção em momentos desfavoráveis, ou mesmo com pessoas que não merecem, sejam de amor e de compaixão, ou mesmo de raiva e tristeza por exemplo. Quaresma é tempo propício para reflexão e interiorização, convide Jesus para fazer essa caminhada diária pelas situações que você tem vivenciado, peça que Ele te ajude a perceber os afetos que são despertados em você e te ajude a viver intensamente cada um deles, para que eles sejam ordenados, para que você assuma o controle de cada um deles e não caia ou permaneça na imprecisão ou desamparo de viver tudo e nada ao mesmo tempo, de sofrer por situações que já passaram ou desejar situações que não voltam mais,para que os sentimentos seja coerentes com a sua vida e você viva cada vez melhor suas relações e atividades cotidianas.

Que sejamos acompanhados pelo próprio Cristo, inspirados pelo Espírito Santo e cuidados por Deus que é nosso Pai e sabe bem como nos amparar para vivermos intensamente esse grande presente que recebemos dia após dia, que é a nossa vida!
Permita-se…viva intensamente!!!

Amanda Barbosa da Costa
Missionária da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários