“A vida não é mais do que o alimento, e o corpo, mais que a roupa?” (Mateus 6,25) Nós valemos muito pra Deus, portanto não precisamos ter tantas preocupações, pois é o Senhor quem nos criou e que cuida de nós!

Mas será que temos mesmo consciência disso? Quanto vale uma vida?

Desde o acontecido em Brumadinho, são esses questionamentos que não saem da minha cabeça! As lágrimas já escorreram pelo meu rosto várias vezes durante esses dias, quanta dor, quanto sofrimento! Em pensar que não foi um acidente e sim negligência. E isso porque talvez o que vale é o orgulho, é o status, os interesses, a indiferença, o descaso, o poder, a ganância… e a vida humana fica pra depois, são tantas preocupações… o contrário do evangelho, contrário do que Jesus nos ensina.

E tudo isso me fez refletir como estou vivendo com os que estão mais próximos. E pensando se não estou caindo no mesmo erro da indiferença, do orgulho e descaso. A vida do próximo vale muito, pois foi Deus que o constituiu, foi Deus que sonhou com ele. Por isso, é preciso tratar com amor, com compaixão, sentir também a dor do outro, procurar compreender, ouvir o que outro está sentindo, está passando e estar junto!

Nós vimos tantos familiares querendo estar junto com os que desapareceram, porque dá valor, porque ama. Nós vimos pessoas sem equipamento, entrando na lama pra salvar, porque sabe do valor da vida humana, e nós estamos vendo bombeiros que arriscam suas vidas para salvar outras vidas ou pelo menos pra resgatar os corpos pra terem um enterro digno, porque eles têm consciência que somos filhos e filhas, dignos e valiosos aos olhos de Deus!

Só vamos dar valor à vida, quando colocarmos Deus em primeiro lugar, e buscarmos resgatar os nossos valores e ajudarmos o próximo a resgatar os seus!!
E pra você, quanto vale uma vida?!

Daiane Claro
Cofundadora da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários