Nesse tempo que vivemos em nossa Igreja, ouvimos falar muito de conversão, de mudança!! Mas que mudança é essa? Será que é só uma mudança onde se inclui o jejum, onde deixo de comer algo que gosto tanto; da oração, da penitência e da esmola, onde ajudo o necessitado e isso me traz um alívio de que estou no caminho certo? Não que esteja menosprezando todas essas ações que nos levam a viver com mais intensidade esse tempo, mas se não houver uma mudança dentro de nós, nada disso terá sentido, pois o tempo da quaresma vai passar e o que mudou em nós? Mas que mudança é essa?

Alguns dias atrás uma criança me respondeu essa pergunta, uma criança de oito anos!! Estávamos conversando, até que ela me falou: “tia, agora coloquei uma regra no meu quarto, pra mim e pra minha irmã. Quando se levantar, a primeira coisa a se fazer é arrumar a cama”, aí eu perguntei: “a sua irmã tem dificuldade pra fazer isso?”, então veio a resposta que me surpreendeu: “não tia, sou eu que tenho!!”. A partir disso, comecei a pensar, a mudança de vida é isso, não esperemos alguém vir e falar o que temos que fazer, o que mudar, não esperemos que Jesus desça aqui na nossa frente e nos fale, porque isso não vai acontecer! Quem tem que mudar sou eu, e o que é preciso mudar nós sabemos muito bem. Mas é preciso primeiro nos conhecer, e querer conhecer cada vez mais esse Cristo que pode mudar as nossas vidas, se permitirmos. Segundo, é preciso reconhecer que eu sou assim, eu faço isso, como aquela menina fez,  tenho essa dificuldade e depois nos esforçarmos pra mudar, porque a mudança também não acontece do dia pra noite, é preciso esforço, força de vontade, constância e claro a ação do Espírito Santo, assim quando percebermos a graça de Deus supera a nossa fragilidade,  supera as nossas dificuldades e assim vamos encontrando uma pessoa que não conhecíamos, mas que está dentro de nós e que quer viver de forma tão intensa o ser humano criado por Deus que toca na sua divindade, que liberta de toda e qualquer escravidão! Por isso, Deus fez uma aliança com o seu povo, pra libertar da escravidão e trazer vida nova, e não sendo o suficiente Deus não desistiu, pelo contrário, Ele envia seu Filho para nos salvar e trazer a liberdade e nos fazer criaturas novas segundo o Seu coração!!!

Vamos refletir sobre isso nessa reta final da quaresma e tomar decisão, tomar atitude que nos leve a mudança no nosso interior que depois será externado de forma autêntica e contagiante na vida das pessoas!!

Deus abençoe!!

Daiane Claro

Cofundadora da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários