São João Bosco, nasceu perto de Turim, na Itália, em 1815. Muito cedo conheceu o que significava a palavra sofrimento, pois perdeu o pai tendo apenas 2 anos. Sofreu incompreensões por causa de um irmão muito violento que teve. Dom Bosco quis ser sacerdote, mas sua mãe o alertava: “Se você quer ser padre para ser rico, eu não vou visitá-lo, porque nasci na pobreza e quero morrer nela”.
Logo, Dom Bosco foi crescendo diante do testemunho de sua mãe Margarida, uma mulher de oração e discernimento. Ele teve que sair muito cedo de casa, mas aquele seu desejo de ser padre o acompanhou. Com 26 anos de idade, ele recebeu a graça da ordenação sacerdotal. Um homem carismático, Dom Bosco sofreu. Desde cedo, ele foi visitado por sonhos proféticos que só vieram a se realizar ao longo dos anos. Um homem sensível, de caridade com os jovens, se fez tudo para todos. Dom Bosco foi ao encontro da necessidade e da realidade daqueles jovens que não tinham onde viver, necessitavam de uma nova evangelização, de acolhimento. Um sacerdote corajoso, mas muito incompreendido. Foi chamado de louco por muitos devido à sua ousadia e à sua docilidade ao Divino Espírito Santo.
Dom Bosco, criador dos oratórios; catequeses e orientações profissionais foram surgindo para os jovens. Enfim, Dom Bosco era um homem voltado para o céu e, por isso, enraizado com o sofrimento humano, especialmente, dos jovens. Grande devoto da Santíssima Virgem Auxiliadora, foi um homem de trabalho e oração. Exemplo para os jovens, foi pai e mestre, como encontramos citado na liturgia de hoje. São João Bosco foi modelo, mas também soube observar tantos outros exemplos. Fundou a Congregação dos Salesianos dedicada à proteção de São Francisco de Sales, que foi o santo da mansidão. Isso que Dom Bosco foi também para aqueles jovens e para muitos, inclusive aqueles que não o compreendiam.
Em 31 de janeiro de 1888, tendo se desgastado por amor a Deus e pela salvação das almas, ele partiu.

Porque São João Bosco como baluarte da Comunidade Católica Alicerce?

Em 1972, um grupo de jovens participou de um encontro em Campos do Jordão, ministrado, pelo monsenhor Jonas Abib e quando voltaram para Pindamonhangaba fundaram o Movimento Alicerce, onde tinha como diretor espiritual Pe. Júlio Comba (Salesianos).

O que era um movimento para conversão de jovens, pela necessidade dos tempos atuais, o Espírito Santo suscitou uma comunidade para vivermos, em nossa realidade de vida, um testemunho vivo enraizado na radicalidade do Evangelho. E por esse motivo sempre tivemos uma relação muito forte com o carisma Salesiano.

Em 2000 a conversão de nosso Fundador Maurício aconteceu em uma missa no Salesianos missa essa que mudou radicalmente a vida de nosso fundador e consequente nossas vidas.
Em 2009 durante a celebração dos 2 anos da fundação da Comunidade, estávamos reunidos em oração num momento conduzido pelo fundador Ricardo Alexandre, da Comunidade Chagas de amor, ele teve a visualização de Dom Bosco intercedendo pela comunidade.

Sem contar o fato de que dom Bosco fazia de sua vida uma vida de oração e também havia o desejo de resgatar os valores dos jovens.
Desejo esse que também habita em nossos corações.

Emily Santos
Missionária da Comunidade Católica Alicerce