ekw85tbu

Cada um de nós tem algo específico para realizar na vida, ainda que muitas pessoas exerçam a mesma atividade ou vocação, cada um é único! Iniciando o mês de outubro, mês em que a Igreja celebra o mês missionário, gostaria de refletir a importância de ser missionário, de propagar um ideal.
Você já parou pra pensar na sua missão? No para que você está vivendo? Em busca de que? Não estamos neste mundo, nem vivemos por acaso, mas para podermos ser uma possibilidade na vida daqueles que estão ao nosso redor, alguns tem a missão específica de anúnciar o Evangelho, outros da vivência profunda da oração pelo mundo e pela Igreja, outros ainda de servir aos mais pobres dos pobres, mas todos nós temos uma missão comum, somos missionários do Amor…isso mesmo!
Somos chamados a anunciar, a propagar o Amor, que não é um sentimento, uma ideologia ou uma utopia, mas o Amor que é uma decisão íntima e profundamente radical, radical no sentido de ter raiz, de ser sólido, de não se deixar levar pelas situações ruins do nosso dia a dia, Amor que transforma, que alegra, que realiza, Amor que vai além da imagem e da superfície, Amor que sonda e penetra o mais íntimo do nosso ser, sendo em nossas vidas a motivação, o incentivo, o ato e a recompensa!
Talvez pareça distante demais viver o que está descrito anteriormente, mas experimente fazer de fato uma experiência com Aquele que é o Amor, deixe-se ser amado por este Amor, aí então você estenderá que a sua principal missão, é amar!

Amanda Barbosa da Costa

Missionária da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários