received_885027644944404

Nunca poderia imaginar que seria um fundador de uma comunidade. Eu que tinha tido uma experiência, digamos, grande na igreja como membro de um movimento muito conhecido na cidade, movimento Alicerce, que já o tinha coordenado e participado por mais de 10 anos, já me dava por satisfeito por este trabalho.

Tinha uma vida “normal” de casado, uma larga experiência profissional em indústrias, serviço publico (13 anos na prefeitura municipal) e serviço privado, pensava eu que tudo se encaminharia assim. É verdade também que tive um afastamento da igreja em que me levou a fazer umas experiências negativas, de bebida, adultério entre outras. Até que um dia, pela graça de Deus, voltei e ai começa essa nova etapa.

Mas no inicio pensava que esta nova etapa não passaria de voltar a fazer as coisas “normais”, como trabalhar na igreja. Tive uma passagem pela minha paróquia, até que um dia voltei para o então movimento Alicerce. Ai começa tudo. No inicio tudo normal, trabalhando, coordenando, dando palestras, retiros, eventos. Mas ao passar dos anos percebi que Deus queria algo mais de mim. Começaram, através de pessoas e acontecimentos, os primeiros sinais de Comunidade.

No grupo que me acompanhava era meio que dividido, uns achavam boa a ideia, outros rejeitavam. Eu era um, não que rejeitava, até porque não tinha nenhuma noção do que se tratava, mas não me sentia capaz (e não sou). O tempo foi passando até que um dia veio um sinal muito forte que ai sim me fez pensar melhor. Nada mais nada menos que num encontro com ele, monsenhor Jonas Abib, me disse: “Quando vocês se tornarão uma comunidade”. Claro que a principio não quis levar muito a serio, mas aquela indagação não saiu mais da minha cabeça.

Como já disse outras pessoas, outros acontecimentos foram meio que me encurralando. Quando num retiro de nosso Movimento Alicerce, nos dias 20 e 21 de Janeiro de 2007, após uma noite de uma profunda inquietação, que hoje posso dizer que Deus cobrou de mim uma decisão, eu então impulsionado não por certeza, mas por uma pura inspiração e fé, fundei então, no dia 21 de Janeiro de 2007 a Comunidade Católica Alicerce. Sem saber o que ia ser, depois de lutar muito contra, porque não tinha a menor noção de como seria e de não me sentir capaz, apenas fui obediente.

E, hoje, estamos aqui com 12 anos de Comunidade. 12 anos de desafios, lutas, alegrias, tristezas, conquistas e decepções, mas o mais importante a certeza, através da igreja, que estamos fazendo a vontade de Deus. Não sei onde vamos chegar o que sei é que temos que caminhar.

José Mauricio Ferreira dos Santos
Fundador da Comunidade Católica Alicerce