Muitas vezes ouvi a expressão “ Nossa, Bruna como você é vaidosa”, mas, confesso que nunca me aprofundei no assunto, nunca parei para refletir no que significava essa expressão, ora eu achava que tinha uma conotação negativa, ora achava que era positivo, afinal, a vaidade faz parte da mulher. No entanto, pude perceber que a vaidade é completamente diferente da beleza, e, é na beleza que a nossa alam feminina precisa se atrelar.

Se formos buscar no dicionário, a palavra vaidade se refere a tudo que é vão, vazio, ilusório, mas, olhando para essa palavra com mais profundidade, vamos perceber que a vaidade está intrinsecamente ligada ao narcisismo, sim, a vaidade nos leva a uma busca desenfreada por nós mesmo, ou seja, passamos a viver somente para nós, para o nosso mundo.

Sendo assim, a vaidade não nos deixa olhar além, mas, ela sempre vai nos fechar, nos tornando incapazes de fazer sacrifícios, de fazer algo pelo bem do próximo na gratuidade. Além de que a o vaidoso está sempre preocupado em manter uma  bela imagem, por isso, a pessoa se torna ilusória, pois está sempre se escondendo, escondendo a  verdade da sua essência, escondendo que precisa de ajuda, escondendo os defeitos e negando a realidade que a cerca.

Em contrapartida, a beleza nos transcende, nos abra para novos horizontes, nos torna capazes de enxergar o belo, o bem e a verdade, ainda que as circunstancias não nos sejam favoráveis, a beleza traz a leveza para enfrentarmos qualquer proeza.

Dostoiewski fala que “a beleza salvará o mundo”, aqui quero convidar você mulher a fazer a experiência com a verdadeira beleza, essa beleza que Deus nos deu como DOM, de sermos belas, de fazermos o mundo mais harmônico, de trazer ordem para a nossa vida, é, exatamente essa beleza que somos chamadas a ter.

E, hoje, confesso, que já não uso mais da vaidade, mas, aprendi a fazer o movimento de sair da vaidade para ir para a beleza, e, esta salva a minha vida a cada dia, sim, a beleza me ajuda a contemplar a obra que Deus realiza diariamente, a beleza me faz exalar bondade, leveza e verdade, a beleza me abra para me doar ao próximo, a beleza me faz fazer uma comida mais saborosa, colocar uma mesa, limpar a casa e manter uma vida em ordem.

 

Quero te convidar mulher, a fazer um caminho de beleza, contemple a beleza da natureza, contemple a beleza da pureza da criança, contemple a beleza de um prato bem feito, contemple a beleza de uma pia sem louça, contempla a beleza de um jardim com cores, contemple a sabedoria de um idoso, a beleza da melodia de uma boa música, e , perceba que a sociedade tem sim inúmeros problemas, mas, você não precisa internalizá-los para o seu coração, contudo, você pode fazer o caminho inverso, e difundir a beleza por onde passar.

No livro dos Genesis no capítulo 1,31 nos diz que “ Deus contemplou toda a sua obra,e, viu que tudo era muito bom.” Pois bem, você faz parte dessa obra de Deus, e, tudo o que Ele faz é bom. Portanto, peça nesse momento a Deus que você enxergue a beleza que há em sua essência, que você consiga contemplar a beleza que há por traz de cada situação, e, pode ter certeza que sua vida mudará, que seus olhos não se reterão somente no negativo, que de sua boca não sairá somente lamentação, consequentemente, você passará por uma transformação em seu coração.

Deus abençoe!

Bruna Ferreira

Missionária da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários