Até aonde vai o seu amor próprio?

O amor próprio só é verdadeiro quando é sentido por nós de maneira ordenada, isto é, quando ele me impele a abraçar uma causa justa, a lutar por algo nobre. E, nesse desdobramento em direção ao outro, eu entendo que de fato eu me amo, sou amada, e, por isso, sou capaz de exalar amor, me doando, fazendo com que a minha vida seja um sinal visível da Presença amorosa do Cristo, a ponto de despertar fé e esperança na vida daqueles que estão ao meu redor.

Desse modo, lhe pergunto “Até aonde vai o seu amor próprio?” És capaz de ser essa presença amorosa de Deus? És capaz de enxergar as pessoas, as dores da humanidade? És capaz de deixar de viver no seu mundinho, para colaborar com um mundo melhor? És capaz de abdicar-se por amor? És capaz de sair de si, para ir ao encontro do outro.? São essas questões que nos ajuda a fazer uma profunda reflexão, e, nos colocar em um verdadeiro caminho de ter amor próprio!

“Mira o Paraíso e sirva diligentemente a todos.” ( Jordan Peterson)

Missionária – Bruna Ferreira

Gostou? Compartilhe:
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *