O que você tem guardado na memória?!


Independente da idade que você tem hoje, certamente perceberá que há muitos flash de memórias ou mesmo lembranças nítidas de fatos, pessoas, momentos, afetos e sentimentos vivenciados no decorrer destes anos.

De todo modo, a memória é uma grata capacidade de podermos armazenar tudo quanto nos é necessário para a nossa sobrevivência, bem como aquilo que escolhemos guardar!

E o que de fato gostaria de refletir, é que nenhuma dessas memórias tornarão a ser atualizadas em algum momento, movimento ou sentimentos se não estivermos vivos e presentes naquilo que estamos vivendo hoje.

Sendo assim, não podemos nos justificar em alguma lembrança, trauma ou situação passada, pelos problemas enfrentados atualmente, mas diante da vida que sou chamada a viver neste momento, sou chamada também a fazer uma escolha, de qual memória desejo atualizar.

Somos seres livres, inclusive diante de nossas memórias, “Em seu espaço interior o homem pode desenvolver um centro de força tal que a força da sua liberdade ultrapasse a da necessidade” ( E. Shumacher).

Busque no seu espaço interior, a força capaz de trazer ao presente as memórias necessárias para o seu desenvolvimento e amadurecimento, permita que essa força rompa com a necessidade do vitimismo de um trauma, com a necessidade da lamentação de uma perda ou dá necessidade do saudosismo de um afeto.

A força da liberdade traz à tona nossas potencialidades, capacidades e principalmente nossa identidade, ela forja o nosso caráter e nos dá a alegria de viver com dignidade.

O conteúdo de uma memória só se fortalece no agora da nossas vida, por isso a pergunta: O que você tem guardado na memória?!

Missionária – Amanda Barbosa da Costa

Gostou? Compartilhe:
Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *