O coração de Cristo é assim, um coração que transborda de amor por nós e se decidirmos por esse amor, decidimos em não viver por nós e sim pelo outro. O verdadeiro amor é aquele que não aprisiona, mas que nos faz livres, um amor que não mede esforços, que não é egoísta, amor é despojamento, entrega, amor é doação.

Viver é amar, e amar é sofrer. Mas não é esse sofrimento do mundo, que nos leva ao pecado, nos leva a morte. É um sofrimento que gera vida, uma vida nova, que nos resgata a cada dia como ser humano, como filho de Deus. É possível viver esse amor? Claro que sim, isso não é uma utopia, tudo isso é exemplo Daquele que nos amou primeiro, Daquele que passou pela cruz, pelo calvário, que deu tudo o que tinha, que nos ensinou o que é amor!

Estamos iniciando o mês de junho, mês dedicado ao Sagrado coração de Jesus, vamos pedir essa graça a Ele, de vivermos esse amor. Mesmo que muitas vezes pareça estarmos muito longe disso, pelos nossos pecados, pelo nosso orgulho, egoísmo, prepotência. Mas só com ajuda do Espírito Santo, conseguiremos seguir a Cristo, buscando assim como Ele ter um coração manso e humilde, um coração que transborda de amor!

Daiane Claro

Cofundadora da Comunidade Católica Alicerce

Comentários

Comentários